LEFFest 2016: suicídio assistido, famílias sepulcrais, estátuas a arder e gordas a dançar

























Rester Vertical (Alain Guiraudie, 2016) 




Em jeito de compensação pelo acidente de 2013, em que L’Inconnu du lac (O Desconhecido do Lago, 2013) foi remetido para a secção “Un Certain Regard”, Cannes 2016 elevou Rester vertical (2016) à competição oficial. Se a escolha prestigiou ou não a competição é uma questão irrelevante e independente da qualidade do filme pois, na história do festival, abundam exemplos de cinema anódino seleccionado para esta secção. Chega agora a Portugal, já com o logótipo da Alambique, devidamente legendado e pronto a estrear-se. A avaliar pela quantidade de público, sorrisos envergonhados e exclamações de espanto, na sessão de sexta-feira à noite do Cinema Nimas, o universo singular de Alain Guiraudie ainda não conquistou em Portugal uma base sustentável de fãs [continuar a ler]


Texto publicado em 15.11.2016 no site À pala de Walsh.




//